Educandário de Magia Monte Pascoal

Harry Potter RPG Fórum. A magia de HP em terras brasileiras.
 
InícioPortalFAQBuscarGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 barcas

Ir em baixo 
AutorMensagem
Merlin

avatar

Mensagens : 750

MensagemAssunto: Re: barcas   Sab Maio 01, 2010 1:33 pm

%Julho, 2025
%Estação das Barcas
%Visitação ao Rio de Janeiro
%Sexta-Feira - 09:00


Estaria com agorafobia? Não, era algo como preocupação exacerbada, mas não em nível doentio. Iramohn encontrava-se sentado numa pequena barca que balançava de um lado para outro. Seu coração ainda estava palpitando, dando-lhe uma sensação de mal-estar tremenda. Isso porque, há alguns minutos, a barca pousara de seu vôo habitual, mas extremamente turbulento, chocando-se fortemente com a água plácida do Rio de Janeiro. Em poucos minutos, agora eles estariam desembarcando na estação das barcas. O sol batia em seu rosto, o fazendo sentir algo que não sentia há muito tempo: uma sensação de liberdade! Passara os últimos anos preso dentro do Educandário, não que fosse algo ruim, mas agora que sentia o gostinho da liberdade, que há tanto tempo não tocava seus lábios, perguntava-se porque não o fazia mais vezes. Estava velho, cansado, mas não necessariamente deveria privar-se dos prazeres da vida por isso.
No horizonte, j[á divisavam os primeiros sinais do Rio de Janeiro. Iramohn, com sua voz fraca e rouca, chamou os professores mais para perto de si. Bruno, Victor, Martha e Isadora, então, o ajudaram a se disfarçar de ser humano. Com alguns feitiços e encantamentos, fizeram-no parecer com um senhor de uns cinquenta anos de idade, com calças bege, blusão quadriculado e suspensórios. Iramohn atravessou a barca e, indo até a frente, chamou a atenção dos alunos para sua pessoa. Alguns alunos riram, mas todos, no fim, compreenderam que aquele senhor, no fundo, era o velho Iramohn.
Sua voz era fraca e rouca, e seus movimentos lentos, realmente uma tartaruga.

"Alunos queridos! Estamos já chegando ao Rio de Janeiro. Por favor, prestem atenção às informações que lhes passaremos. É terminantemente proibido o uso de magia na parte trouxa do RIo de Janeiro, e, mesmo na parte bruxa, tenham cautela. Qualquer encantamento lançado na parte trouxa será identificado e o ator será punido duramente. O objetivo principal é que vocês conheçam mais do mundo trouxa, passeiem pelas ruas, pelos restaurantes, visitem as praias, fiquem à vontade. Todos dormiremos na casa que o professor Bruno Maia possui aqui no Rio, portanto, ele a disponibilizou para que vocês fiquem totalmente à vontade para dormir lá. No domingo, às 18:00, pontualmente, quero todos aqui na estação das barcas, para retornarmos ao Educandário! DIvirtam-se!"

E entao, a barca parou subitamente. O piloto avisou que eles deveriam desembarcar, e para agirem naturalmente. Iramohn saiu. Tinha muito o que resolver. E deveria ir sozinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Viviane Lisboa
Auror
Auror
avatar

Mensagens : 97

Atributos
Dado Padrão: d50
Habilidades Mágicas: d10
Habilidade Desportiva: d10

MensagemAssunto: Re: barcas   Sab Maio 01, 2010 8:35 pm

Acordei saudosa naquela manhã. Lembrei dos dias na escola trouxa, quando não sabia da existência do mundo bruxo... Aquela época do ano estaria perto das férias de meio de ano, um luxo que não existia na educação bruxa...

Apesar de não ter férias de meio de ano, foi planejado um passeio pelo Rio de Janeiro naquela época... talvez conseguisse dormir em sua própria casa, na sua confortável caminha...

Antes da barca ascender pelo céu azul de Santo Sossego, ela procurou seus amigos da escola e sentou-se com eles... Falavam sobre o concerto da banda bruxa "Fairy Tales", que tocaria no sabádo no Rio de Janeiro.

- AAAAAAAHhhhhh!!! Claro que não posso perder!!! Puxaa.. Fairy Tales... Eu sou louca por eles... Sou a fã número 1... Aquela música deles: "Baby, o seu caldeirão está repleto de féééuuu... Como eu posso te amar assim, oh baby!!!... Eu quero provar seu mel, baaaby!!!! ... Yeeaahhh!!!"

Logo um coro animado de meninas histéricas davam gritinhos e engrossavam o coro da famosa música da banda bruxa.

- Gente, quando chegarmos ao Rio temos que correr logo atrás dos ingressos... Vão acabar em um segundo, com certeza...

A agradável música dos Fairy Tales agora era cantada como um mantra por, pelo menos, todas as meninas a bordo e vez ou outra eu suspirava quando lembrava do lindo rostinho do baterista do grupo...

- O cantor é até bonitinho. O guitarrista é simpático. O baterista... Ah!!! o baterista...

A discussão entre o grupo ficou animada para decidirem quem era o mais bonito, e no final nada ficou decidido.

Quando a conversava ia para o questionamento da melhor música de todos os tempos, obviamente do Fairy`s, uma figura idosa e lenta atravessou o barco com trajes muito peculiares... A cantoria cessou lentamente e as conversas foram sumindo conforme as passadas lentas do ancião... Alguém questionou quem era o vô, pois nunca tinha o visto antes, mas ela, por ser do último ano, já havia visto aquela figura raras vezes ...

- É o Seu Tartaruga Iramonh... Na sua forma humana... Pouquíssimas vezes ele saí do Educandário, deve ter alguma coisa muito importante no Rio para tirar ele da escola.

- Óbvio que é o show dos Fairy Tales!!! Você realmente acha que alguém no mundo bruxo vai perder?!? - uma de suas amigas respondeu empolgada arrancando risos de todos.

Iramohn, em uma voz pesada e lenta como seus movimentos, repassou as regras de comportamento dos alunos no mundo trouxa e logo a cidade maravilhosa despontava com a promessa de um fim de semana inesquecível.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Samanta Lunna
Cedro
3º Ano

Cedro 3º Ano
avatar

Mensagens : 59

Atributos
Dado Padrão: d30
Habilidades Mágicas: d10
Habilidade Desportiva: d10

MensagemAssunto: Re: barcas   Sab Maio 01, 2010 9:44 pm

Hoje acordei super animada. Era o dia da excursão para o Rio de Janeiro. Já estava precisando de roupas novas, e que lugar seria melhor para fazer essas comprinhas básicas do que lá? Já estava com “sede” de comprinhas.

Antes de sair para encontrar o pessoal, tomei um banho e me arrumei da melhor forma possível. Bom, eu adoro chamar atenção, e no mundo trouxa isso não era muito difícil. Enquanto procurava uma roupa decente para vestir e algumas outras para levar, eu fazia a lista de que lojas iria visitar e quais as marcas iria comprar dessa vez. Eu não tenho dinheiro para comprar muitas roupas de marca, então eu reservo um pouco para isso e o resto eu uso em lojas de departamento mesmo.

Encontrei-me com meus amigos no local onde a barca apareceria. Nós falávamos da banda “Fairy Tales”, eu gostava bastante dela apesar de não ser a minha favorita. Pra falar a verdade meu estilo musical puxava mais para bandas como “The Nightmares” ou “Magic-box”. Esse assunto de bandas gerava discussões legais. Viviane cantou uma parte da música e todas nós fizemos um coro. Foi bastante engraçado.

Quando a barca chegou todas fomos para nossos lugares, e continuamos a conversar sobre o show imperdível de sábado. Vivi falava do baterista, pelo que percebi, ela “babava” por ele. E bem, eu já era fã do vocalista.


“O cantor é até bonitinho. O guitarrista é simpático. O baterista... Ah!!! o baterista...”

“Bonitinhoo?! Ele é lindoo! Eu não acho tanta graça assim nesse baterista não!”


E por aí a discurção continuou. E como sempre cada uma manteve firme a própria opinião.

Depois de um tempinho eu decidi olhar a paisagem enquanto ouvia música. Aproveitei para ouvir Fairy Tales e decorar algumas letras que eu ainda gaguejava um pouco. Foi quando apareceu uma figura um tanto quanto peculiar. Um velhinho meio encurvado, que eu nunca havia visto. Tirei os fones e tentei “pescar” alguma coisa sobre quem era o indivíduo. Foi então que alguma das meninas sentadas atrás de mim explicou que era o velho Iramonh, na forma humana. Dei de ombros e voltei a ouvir a música. A garota ao meu lado me cutucou e disse para eu tirar, pois o Iramonh iria dar as instruções e relembrar as regras.
Depois de tudo dito, a barca desceu e a vista do Rio de Janeiro apareceu majestosa como de costume.


“já posso sentir o cheiro de roupas novas” Comentei com minha amiga.

_________________
Samanta Lunna
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sophie-Arnaud Laurent
Jacarandá
2º Ano

Jacarandá  2º Ano
avatar

Mensagens : 42

Atributos
Dado Padrão: d30
Habilidades Mágicas: d10
Habilidade Desportiva: d10

MensagemAssunto: Re: barcas   Dom Maio 02, 2010 7:48 am

Era dia de visitar a cidade, mas Sophie-Arnaud não estava lá muito animada. Não tinha amigos nem no colégio, aonde passava a maior parte do ano, como arranjaria amigos no Rio de Janeiro? Claro, ela queria sair um pouco do colégio e passear pela grande metrópole, mas seria melhor ter companhia.

~Bah, deixa pra lá, nunca tive companhia na vida, não é agora que vou começar a precisar disso...~ pensava a moça, arrumando os cachos e colocando a roupa que escolhera para a ocasião, composta por um vestido verde-claro com flores arroxeadas, um conjunto de casaco, luvas, cachecol e gorro lilás e um par de sapatos de salto baixo, também lilás. Arrumou uma pequena mala, pegou o case do seu violino e foi-se para a barca que levaria os alunos até o Rio.

O jeito que estava vestida a fazia parecer mais delicada e frágil que o normal. Estava muito bonitinha, sim, mas de um jeito meio infantil. Algumas colegas faziam graça dela enquanto ela entrava na barca, mas ela não dava muita atenção, era mais fácil ignorar do que se aborrecer.

Dentro da barca preferiu sentar-se perto dos colegas, mas a margem, para não ser incomodada. Algumas garotas logo começaram a falar sobre uma suposta banda bruxa chamada Fairy Tale, da qual Sophie ouvira falar algumas vezes, mas nunca chegara a ouvir. Ela gostava mais de música trouxa do que de música bruxa, apesar de ser fã dos Testrálios. A cantoria que vigorava no pequeno barco não era de todo agradável, mas também não a incomodava, e ela sorria ante a felicidade que parecia desprender-se das colegas, apesar de não poder participar dela.

O velho/tartaruga Iramohn começou a falar sobre o passeio com os alunos quando a barca se aproximou da Praça XV. Após ouvir com atenção as instruções do velho, a menina saltou da embarcação que a pouco chegara ao Rio, olhando para os lados e sentindo-se meio tonta aparecendo assim, sozinha, no centro daquela enorme cidade.

_________________
Críticas construtivas quanto a minha narrativa são encorajadas :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Romano Escobar
Jacarandá
3º Ano

Jacarandá  3º Ano
avatar

Mensagens : 109

Atributos
Dado Padrão: d30
Habilidades Mágicas: d10
Habilidade Desportiva: d10

MensagemAssunto: Re: barcas   Seg Maio 03, 2010 6:18 pm

@ Julho, 2025
@Estação das Barcas - Sexta-Feira - 09:00
@Visitação ao Rio de Janeiro


Um fim de semana numa metrópole, era isto que Romano considerava diversão. Nada de barzinhos estranhos com gente esquisita em um vilarejo perdido em um canto qualquer do mundo.... Rio de Janeiro... Isso sim seria diversão para o jovem colombiano, e as coisas melhoraram com os gritos loucos de Viviane após saber do show dos Fairy Tales...

Romano teve que respirar fundo e se segurar em seu assento, evitando uma síncope. Ficar perto dos Fairys... Vê-los de pertinho... Respirar o mesmo ar que eles respiram... Era muita emoção para uma pessoa só.

Quando a balada de amor da banda foi entoada nas barcas, Romano elevou sua voz nas alturas e a cada minuto, mais a ansiedade aumentava.

- Temos que comprar nossos ingressos logo!!!... Não posso perder este show por nada... - comentava com suas amigas da escola.

E assim foi feito, Romano e Viviane saíram em disparada para a parte bruxa da cidade, a fim de comprarem os convites. No meio do caminho, Romano viu Samanta Lunna se preocupando com as roupas que iria comprar e foi logo puxando a garota antes que ela decidesse fazer algo diferente:

- Tá louca?!?.. Depois você compra um caminhão de roupas... Vamos comprar os ingressos logo...

E, achando que todos já estavam na fila, viu Sophie, companheira sua de casa, pensativa e perambulado displicente...

- Monaaa!!! Acordaaa!!! O show...

E agarrou mais um braço em disparada para a parte bruxa... e foi fazendo isto sempre que achava uma amiga perdida pelas ruas do Rio, afinal queria boas companhias para o show.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruno Maia
Professor de Artes das Trevas
Diretor da Pau-Brasil

Professor de Artes das Trevas  Diretor da Pau-Brasil
avatar

Saldo Bancário (Galeões) : 2
Mensagens : 927

Atributos
Dado Padrão: d50 x 6
Habilidades Mágicas: 8
Habilidade Desportiva: 8

MensagemAssunto: barcas   Qua Maio 05, 2010 11:55 am

@Julho, 2025
@Estação das Barcas - Praça XV
@Visitação ao Rio de Janeiro
@Sexta-Feira


Bruno estava já com dor de cabeça. Alguns vários alunos gritavam e pulavam ao seu redor, e ele não sabia exatamente onde cada coisa se localizava. Foi um grande alívio quando meteu seus pés na instável barca e seguiu pacificamente rumo ao RIo de Janeiro, vendo a água rolar por baixo da embarcação e vendo a natureza desembanhar-se ao seu redor.
Bruno estava, no entanto, um pouco tenso, afinal nunca gostara muito de viagens marítimas. No fim, após algumas conversas e alguns risos com seus amigos, convenceu-se de que tudo era seguro e logo estava tranquilo.
A viagem transcorreu muito bem, até que começou a surgir alguns rumroes que, por fim, confirmaram-se através de um gritinho histérico: "Fairy Tales!". Suspirando, Bruno já previu o que ocorreria. Absolutamente todos desejariam ir ao tal show, ele e os professores deveriam acompanhá-los, e todos acabariam no meio de um bando de adolescentes histéricos gritando por um pouco da atenção de um grupo musical idiota.
Sem alternativa, Bruno olhou para VIctor, Isadora e martha e, por fim, confirmou, com um olhar. Estavam perdidos.
Iramohn deu a sentença final e aquela viagem por fim estava temrinada. Chegavam ao RIo de Janeiro. Bruno veria, depois de muito tempo, sua casinha. Deveria estar cheia de teias de aranha e outras coisas e precisaria da ajuda de seus amigos para arrumar tudo. Teria muito trabalho a fazer neste fim de semana. Muito mais do que esperava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: barcas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
barcas
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Educandário de Magia Monte Pascoal :: 2025-
Ir para: